by
  • A QTEL é uma empresa de formação e consultoria com 21 anos de experiência, sendo certificada pela DGERT.
  • Conte com a QTEL para levar a sua organização a outro nível quer se encontre em Portugal ou no estrangeiro.
  • “O melhor retorno que temos vem do valor que acrescentamos aos nossos clientes”, Eng.º Moitinho de Almeida.

A ISO 9001:2000 - uma Forma de Organização

Melhoria Contínua. Organizar. Objectivar. Monitorar. Melhoria Contínua.
 

O Autor, na sua actividade profissional tem-se apercebido, com alguma frequência, da noção que existe a propósito das normas ISO, relativas aos Sistemas da Qualidade. É ideia de algumas pessoas que estas normas são algo que tem de se aplicar na Organização, se esta pretende obter o Certificado, que evidenciará que o seu Sistema da Qualidade cumpre os requisitos mínimos necessários para tal. Não deixa de ser verdade.

No entanto penso ser um ponto de vista redutor ou, pelo menos, muito pobre do que é a potencialidade da norma, como forma de organização. É que o preceituado na norma, nos pontos que foca e a lógica da sua sequência é isso mesmo: uma forma poderosa de organização. O Certificado vem por arrasto.

De resto, já as ISO 9000/94 eram isso mesmo.

Diria que o ideal seria as Organizações quererem simplesmente organizar-se de acordo com a norma. Apenas esse objectivo, só. O apoio das Empresas consultoras revela-se determinante e não posso deixar de referir a QTEL - Qualidade Total e Logística, Lda como empresa particularmente bem colocada para este tipo de ajuda, nomeadamente pelos seus recursos humanos e sua experiência.

Se olharmos para a norma com espírito crítico e atento verificamos que não nos será fácil alterar a sequência das questões e muito menos dizer que esta questão é mais importante que aquela ou talvez esta se possa retirar, por não fazer falta. Todas são importantes e a sua lógica, dificilmente refutada.

Entretanto, comparando ambas as normas, 9000/94 e a 2000, penso que esta última apresenta aspectos bastante melhorados em relação à anterior, que não mais fáceis.
 
Curiosamente, algumas Empresas já os vinham aplicando, ou por serem intuitivos para a Organização ou por conhecerem a filosofia da QS (TS 16949), onde estas questões já eram tratadas.

Atrever-me-ia a referir que o aspecto "quantificar" é o de maior relevância. Todos os itens considerados tem de algum modo ser quantificados, sem o que se torna muito complicado gerir o que quer que seja. Não saberemos o que temos, como estamos, para onde queremos seguir e, mais que tudo, não saberemos o que fazer para melhorar a performance da organização como seja incrementar a produtividade, reduzindo os custos da não qualidade e, como resultado, melhorar a competitividade.

Nesta mesma perspectiva está o conceito "objectivo" que, obrigatoriamente, tem de ser algo que seja passível de monitorização, definido no tempo e com um responsável pela sua concretização. Em algumas Empresas insiste-se em criar objectivos que são um simples enunciar de intenções. Bem, isso não são objectivos. São subjectivos. São excelentes ideias e só isso. E de intenções...

Esta norma ISO 9001/2000 sugere vivamente que haja monitorização, sem o que a Organização terá muita dificuldade em criar as evidências objectivas, para mostrar no momento da Auditoria - mas pior : não sabe ela própria nem como está nem onde.

Uma terceira questão que se levanta é a perspectiva de melhoria contínua: never ending improvement ou então o never stop thinking a que somos um pouco avessos. Sempre pensamos que já não há nada a melhorar.

Esta versão da ISO é, ela própria, um exemplo acabado disso mesmo. Melhoria contínua!

As Organizações, para melhor cumprirem este aspecto, bom é que recorram à cooperação dos Grupos de Trabalho. As equipas pluridisciplinares, criadas para esse efeito podem, se bem conduzidas, contribuir eficazmente para o cumprimento deste ponto da norma.

Muitas Organizações não aproveitam ou não sabem aproveitar o excelente contributo que os seus Colaboradores podem e sabem dar.


Vectores Força

Organizar Objectivar
Monitorar
Melhoria Contínua


Eng.º Luís Almeida d´Eça

Mais perto de si

Morada: Rua das Amendoeiras, nº27, 3º Esq.

C.P.: 2775-641-Carcavelos

Tel: 938758161 Fax: 214570388

Website: www.qtel.pt E-mail: geral@qtel.pt

Peça já a sua proposta!

Caso pretenda implementar um projecto de formação e/ou consultoria à medida das necessidades da sua organização, não hesite em pedir-nos uma proposta através do e-mail geral@qtel.pt. Teremos todo o gosta em colaborar consigo!